Curso de fabricação de salgados para festa forma participantes em Nova Andradina


Iniciativa faz parte do programa Cidade Empreendedora e visa ampliar o acesso ao mercado de trabalho, gerar renda e promover a inclusão social

A Prefeitura de Nova Andradina, por meio da Secretaria de Cidadania e Assistência Social em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado, promoveu o curso "Fabricação de Salgadinhos para Festa". A iniciativa faz parte do programa Cidade Empreendedora e visa ampliar o acesso ao mercado de trabalho, gerar renda e promover a inclusão social.

Com uma carga horária de 20 horas, o curso foi dividido em cinco encontros de quatro horas cada. Executado pelo Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), formou-se um grupo de dez participantes, proporcionando-lhes habilidades para preparar, montar e apresentar diversos tipos de salgados ideais para qualquer tipo de comemoração.

Ministrado pelo gastrônomo João Pedro Bernegozz Araújo, o curso proporcionou às participantes a oportunidade de aprender técnicas e segredos da produção de salgadinhos, desde os clássicos até opções mais elaboradas. Durante as aulas, os alunos puderam praticar, produzir e, ao final de cada encontro, degustar suas criações, sempre sob a orientação e supervisão do docente.

O encerramento do curso ocorreu na última sexta-feira (2), com a presença da primeira-dama Joana Darc, da secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado, Juliana Lopes, e da coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher, Arlethe Matos, representando a secretária de Cidadania e Assistência Social, Delma Prado.

Para a primeira-dama Joana Darc, a união das secretarias no desenvolvimento do curso contribui para o crescimento pessoal das participantes e oferece oportunidades para empreender no ramo culinário.

Além de adquirirem conhecimento, as alunas poderão utilizar as habilidades adquiridas para complementar a renda familiar. Sabrina Gama Vieira, de 19 anos, destacou a experiência enriquecedora do curso e planeja utilizar o aprendizado no futuro.

Já Silviane Ferreira ressaltou não apenas o conhecimento adquirido, mas também o fortalecimento dos laços familiares proporcionados pelo curso. A experiência de cozinhar ao lado de seu filho criou memórias afetivas significativas e reforçou a importância do aprendizado compartilhado.