“Construindo saúde financeira para um futuro melhor” é tema do DICC 2021
Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito é uma oportunidade para refletir

Em 21 de outubro – a terceira quinta-feira do mês – conforme instituído pelo Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (Woccu, sigla em inglês) é comemorado o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito, que este ano tem como tema: “Construindo saúde financeira para um futuro melhor”.

O DICC é uma oportunidade para refletir e debater o importante papel que as cooperativas desempenham para melhorar a vida das comunidades e dos cooperados. O tema Educação Financeira é urgente. Com a crise econômica decorrente da pandemia o endividamento das famílias brasileiras bateu novo recorde em agosto, chegando a 72,9%, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC)*. Percentual este que confirma a necessidade de alertar a população sobre a importância de planejar as finanças para superar momentos de instabilidade, sob a ótica desejável de manutenção do equilíbrio financeiro.

O ramo crédito é um dos ramos mais dinâmicos e competitivos dentro do cooperativismo. Ao mesmo tempo, o associado é usuário e dono, isso significa que diferentemente de apenas possuir uma conta em um banco, o associado participa na divisão do resultado computado no final de cada exercício. Algum banco faz isso? Uma cooperativa de crédito oferece os mesmos serviços de um banco, como, conta corrente, cheque especial, aplicação financeira, cartão de crédito, empréstimos e financiamentos.

Em Mato Grosso do Sul, estão registradas 12 Cooperativas, sendo 9 oriundas do estado e 3 com origem em outros estados, porém, com atuação aqui. Com mais de 310 mil associados atendidos pelas diversas cooperativas de crédito do Mato Grosso do Sul, esse segmento não para de crescer, seu processo de expansão além de atingir diversas cidades do interior começa a ultrapassar fronteiras atingindo outros estados. Para atender esses associados com soluções financeiras adequadas e justas, as cooperativas de crédito possuem mais de 1.700 colaboradores com foco no relacionamento.

“O cooperativismo de crédito brasileiro tem sido em plena pandemia a solução dos negócios financeiros para uma grande parcela da população e no Mato Grosso do Sul não é diferente. Atualmente, o cooperativismo crédito correponde a 10% do mercado fincaneiro, segundo dados do Banco Central, isso só demonstra que este modelo traz qualidade vida e  distribuição de renda nos municípios onde atua, que no MS chega em torno de 90%”, destaca o presidente do Sistema OCB/MS Celso Régis.

Os indicadores desse ramo só crescem, de 2019 para 2020, o número de colaboradores cresceu 8,12% e o de associados cresceu 13,25%. Em relação ao Ativo Total das cooperativas do ramo crédito, ocorreu um crescimento de 48%, ou seja, um aumento de quase R$ 3,53 bilhões, comparando-se o ano de 2019 com o ano de 2020.

As cooperativas de crédito apresentaram, em 2020, um crescimento do Patrimônio Líquido de 20%, em comparação ao exercício de 2019, um aumento de, aproximadamente, em R$ 274 milhões. Do total do Patrimônio Líquido das cooperativas do ramo crédito cerca de 47% corresponde ao Capital Social dos cooperados. Todos esses dados são do Panoramo do Cooperativismo Sul-mato-grossense, lançado este ano pelo Sistema OCB/MS.

O crescimento de 58% nos Depósitos a Prazo, no período analisado, demonstra a confiança dos associados no sistema de cooperativista, ampliando a credibilidade no Sistema Nacional de Crédito Cooperativista.

Fazer parte de uma cooperativa de crédito só contribui para a sociedade, pois além da participação dos associados nos resultados, a comunidade como um todo se beneficia e se desenvolve junto com a cooperativa.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.