Construção de canaletas facilitam escoamento da água parada
Prefeitura também realiza serviços de capina, roçada, podas de árvores, construção de faixa elevada, tapa buraco, limpeza de bueiros e quebra-molas

O governo municipal está efetuando a construção de canaletas de concreto que facilitam o escoamento de água parada, reduzem os transtornos aos moradores, melhoram as condições de trafegabilidade e mobilidade urbana, proporcionando mais segurança aos nova-andradinenses.

Esta é uma das frentes de trabalho das equipes de recuperação e conservação de vias públicas da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Semusp), executada por determinação do prefeito Gilberto Garcia, para resolver o problema de acumulo de água e mau cheiro nas ruas, causados pela água das chuvas ou pelo escorrimento da água servida lançada ilegalmente pelos proprietários de residências e empresas.

Desde a conclusão do novo processo licitatório, em vigência desde o início de julho, foram concluídas 7 novas canaletas, sendo 5 no bairro Portal do Parque, 1 Vila Beatriz e 1 Centro Educacional. O custo médio de cada canaleta é de R$ 3.641,42. Até o momento, o governo municipal já investiu R$ 25.489,95.

Além das canaletas, a Prefeitura contratou empresas para execução de um conjunto de serviços relativos à capina, roçada de gramíneas e podas de árvores em logradouros públicos e locais que se fizerem necessários, bem como a construção de faixa elevada, acessibilidade e quebra-molas.

São várias ações que juntas simbolizam o cuidado e a presença da Prefeitura na vida do cidadão. O secretário Roberto Ginel ressalta que é importante cada morador fazer a sua parte, ajudando na limpeza e na conscientização.

“A cidade é todos nós, então a responsabilidade de cuidar também é de cada cidadão. A Prefeitura trabalha, diuturnamente, em serviços de limpeza de bueiros, capinação e manutenção de canteiros de avenidas, de praças e prédios públicos, tapa-buraco, entre outras intervenções. Faça sua parte”, disse.

A Semusp pede a compreensão e atenção dos motoristas aos locais interditados e informa que para a liberação dos cruzamentos onde as canaletas já foram concluídas, é necessário obedecer um tempo de espera afim de que o concreto passe pelo processo de cura (secagem).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.